30
ago

Arquitetura para Pacientes

O projeto de clínicas e consultórios requer muita atenção do arquiteto em relação as sensações provocadas nas pessoas. Geralmente, esses são espaços que provocam sentimento de tensão. Afinal, as pessoas recorrem às clínicas e consultórios para tratamentos físicos, sejam relacionados à saúde ou estética, são sempre questões ligadas ao bem-estar.

O arquiteto envolvido em um projeto relacionado à saúde precisa considerar as possíveis situações em que o paciente chega à clínica ou consultório: nervoso, ansioso, machucado, com dores, pressa… seja qual for a situação, o projeto de arquitetura precisa ser funcional à amenizar sentimentos angustiantes e todas os ambientes médicos mais aconchegantes.

As cores e materiais devem transmitir três principais sensações: higiene, tranquilidade e aconchego. Isso quer dizer que todo consultório médico deve ser completamente branco, certo? Errado! Mas a escolha da cartela de cores é minuciosa nesses casos, então opte por cores e materiais que se relacionem ao relaxamento. Cores com subtom acinzentado podem ser combinados às madeiras quentes para provocar mais acolhimento.


FOTOS: Pinterest

É muito importante manter a atenção à segurança dos ambientes, e garantir que as premissas de ergonomia sejam cumpridas, assim conseguimos produzir clínicas realmente confortáveis. Por isso, atenção às alturas de bancadas e mobiliários escolhidos. E claro, ao especificar os pisos, é melhor escolher pisos que não sejam excessivamente polidos, para amenizar os riscos de acidentes.

Acredito que os projetos de clínicas exigem ainda mais humanização. É o momento de o arquiteto viver o ambiente enquanto projeta e se sensibilizar de verdade com as situações vividas em espaços médicos. Quer saber mais sobre esse assunto? Continue acompanhando a gente por aqui, e aproveite para conferir alguns dos nossos projetos!